Início » Livroterapia » LIVROTERAPIA – Amor Imenso, de Penelope Ward – @PlanetaLivrosBR

LIVROTERAPIA – Amor Imenso, de Penelope Ward – @PlanetaLivrosBR

Gosta de romances fofos, previsíveis e que o mocinho é tudo o que desejamos num homem?

Então corre pra ler Amor Imenso e termine a leitura suspirando de amor…

Resultado de imagem para suspirando gif

Quando um mal-entendido vira combustível para uma tórrida história de amor desde garoto, Justin amava Amelia, que odiava Justin desde que ele se mudou para a casa vizinha à da sua avó, em Rhode Island. Não, nada disso.
Amelia também amava Justin, mas um mal-entendido o fez pensar que a garota mais incrível do mundo não correspondia ao seu amor e, pior, o odiava.
Os anos se seguiram, e os dois tomaram caminhos distintos até que o destino – e um empurrãozinho de Nana, avó de Amelia – os reuniu novamente na casa onde se conheceram quando eram adolescentes. Obrigados a compartilhar o mesmo espaço, Justin – que aparece na casa de praia de Nana com a namorada – e Amelia vivem como cão e gato.
Orgulhosa, a princípio ela não dá o braço a torcer ao amor que sempre sentiu pelo vizinho e reluta o quanto pode contra os encantos de um Justin, agora, mais maduro e…. muito mais atraente. Será que ambos resistirão à paixão e ao desejo que os incita desde a adolescência?

.
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Eu queria poder dizer que amei o livro do início ao fim. Não vou falar mal do livro, até porque a história é ótima. Vou simplesmente dizer que algumas cenas não me cativaram e cheguei a pensar que poderiam ser desnecessárias.

Não sei se o superestimei por se tratar de uma autora super famosa e conhecida por seus livros maravilhosos, ou se foi pelo começo muito bem elaborado, que me cativou e me fez devorá-lo, esquecendo até de dormir… Mas ao longo da leitura, após uma reviravolta, a história estagnou e ficou um pouco cansativa.

Não que eu não tivesse gostado do livro. Como eu disse, engatei na leitura e estava super empolgada por tudo o que estava lendo. Ele é fofo, a história é super interessante, baseadas em muitos diálogos e poucas narrações, o que fez com que a leitura se tornasse fluida e muito rápida. A interação entre Amélia e Justin é demais, o que me fez apaixonar pelo casal logo de início. Mas bem após a metade do livro, há uma mudança de tempo, o que faz com que os amigos se afastem novamente para se reencontrarem alguns meses depois. É aí que, na minha opinião, o livro se torna arrastado… Mas nada que me fizesse querer largá-lo e sair correndo, não, nada disso, mas só que me fizesse desabafar com vocês sobre o caso.

Mas antes que abandonem a resenha e tirem o livro da lista de desejados, eu gostaria que dessem uma chance a ele, pois tirando esse “pequeno” problema, ele merece, e muito, ser lido. ❤

Amélia e Justin se tornaram melhores amigos desde pequenos. Os dois tinham uma vida parecida, com pais poucos presentes, o que só contribuiu para que a amizade dos dois crescesse ainda mais, com um se apoiando no outro. Ao longo dos anos, com tanta afinidade, o amor entre os dois se tornou inevitável. Mas um mal entendido os afastou, fazendo com que Amélia acreditasse que Justin havia lhe escondido um grande segredo.

Sentindo-se traída e com os hormônios em ebulição, Amélia achou melhor fugir a acreditar no real motivo que fez o amigo esconder o segredo. Então, eles se afastaram e o amor deu lugar ao ódio.

Após alguns anos, a avó de Amélia – que era a única que acreditava no amor verdadeiro dos dois – morre e deixa como herança uma casa de veraneio, em uma ilha em que os amigos costumavam ir quando crianças. Em seu testamento, ela deixa a casa para Justin e Amélia dividirem.

Justin estava na minha frente, e juro que era como se o garoto que eu deixara para trás houvesse sido engolido por uma massa de músculos. Ele estava muito diferente de como eu me lembrava nove anos atrás. A raiva em seu rosto era transparente e, de alguma forma, tornava-o ainda mais atraente. Só seria muito melhor se eu não fosse o alvo de sua fúria.

Então, no verão, os dois são “obrigados” a dividirem o mesmo teto. O que não é nada fácil, já que Justin ainda não conseguiu superar a fuga de Amélia, anos atrás.

Você estava sempre lá… até que você não estava mais. Perder você me ensinou que eu não posso contar com ninguém além de mim mesmo. Formou o que eu sou hoje… e isso não é necessariamente uma coisa boa.”

Com o passar dos dias, os antigos amigos percebem que a linha entre o amor e o ódio pode ser muito tênue. Até que uma reviravolta na vida de Amélia faz com que os dois descubram que o tempo perdido pode ser resgatado e o grande amor, restaurado…

Eu nunca deixei de amar você. Houve momentos em que eu tentei te odiar, mas mesmo assim, eu nunca parei de te amar.

Antes de terminar, preciso dizer que essa capa ficou um arraso! As tatuagens do modelo são de propósito e tem tudo a ver com o livro! Aaah, e essa cena que fala dessa nas costas… é a coisa maais liinda! ❤

Anúncios

2 pensamentos sobre “LIVROTERAPIA – Amor Imenso, de Penelope Ward – @PlanetaLivrosBR

  1. Adorei a resenha! Adoro a capa desse livro e gostei da sinceridade ❤
    Também tenho um blog literário e adoraria receber sua visita!
    Um beijo! ❤
    (www.gentefazendolivro.wordpress.com)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s